Dicas da Carrossel

Intoxicação Alimentar | Saiba como proteger seu filho e sua festa

carrosselkids
Escrito por carrosselkids

Os casos de pessoas vítimas de intoxicação alimentar acontecem todos os dias. Os motivos são diversos e incluem desde a ingestão de água contaminada a um alimento não higienizado. Os riscos a saúde são muitos e por isso é preciso muito cuidado na hora do preparo. Saiba quais as causas e principalmente como evitar a intoxicação alimentar. Confira!

O que é Intoxicação Alimentar?

Consiste na ingestão de água ou alimento infectado. Este tipo de intoxicação requer cuidados e atendimento médico. Os sintomas podem demorar para aparecer, visto que nos casos em que a intoxicação é causada por bactérias os sintomas podem demorar dias para se manifestar.

É importante lembrar dos pratos que foram consumidos dentro e fora de casa. Contudo, é comum que a intoxicação tenha sido causada por algum alimento ingerido em restaurantes, lanchonetes e etc.

A ingestão de alimentos como frutas, verduras, legumes e hortaliças, requerem atenção especial, tanto na higienização, quanto no preparo. Além destas, as carnes também têm sua parcela de culpa na intoxicação alimentar, pois os riscos de contaminação são grandes. O cuidado no armazenamento e no preparo correto fazem toda a diferença, pois carnes mal cozidas ou que não tenham sido refrigeradas da forma correta, são algumas das principais causas de intoxicação.

Quais as causas?

Como dito anteriormente, os alimentos mal preparados ou com armazenamento incorreto podem gerar problemas graves ao organismo. A intoxicação alimentar é causada por alimentos infectados com: toxinas, bactérias, vírus, parasitas, substâncias tóxicas, metais pesados, agrotóxicos e produtos químicos.

Confira a seguir alguns agentes causadores da intoxicação alimentar:

  • Carne suína e seus produtos;
  • Água contaminada;
  • Carne bovina mal cozida;
  • Leite cru;
  • Hortaliças cruas;
  • Pescado cru ou pouco cozido;
  • Falta de higiene no preparo do alimento.

Quais os sintomas da intoxicação alimentar?

A lista dos prejuízos causados ao organismo são muitos. A sobrevivência e multiplicação dos microrganismos causam a intoxicação e resulta nos sintomas.

É importante buscar atendimento médico logo que surgirem os sintomas, pois, se tais microrganismos invadem a circulação sanguínea, a situação tende a ficar ainda mais grave, podendo ser até mesmo fatal.

Os sintomas da intoxicação alimentar são:

  • Náuseas;
  • Desconforto intestinal;
  • Desidratação grave;
  • Diarreia sanguinolenta;
  • Insuficiência renal;
  • Dor de cabeça;
  • Febre;
  • Calafrios.

Como se prevenir?

Existem várias formas de prevenção, a principal é a atenção durante o preparo. Antes de preparar carnes, é importante verificar a coloração e esperar o tempo correto de cozimento, principalmente com a carne suína.

Quanto às verduras, legumes e hortaliças, atenção durante a escolha, mas, principalmente, com a higienização. Sempre que possível, dependendo do tipo, ferva a folha de modo que mate os microrganismos, deixando você e sua família mais segura.

Seja seletivo ao escolher estabelecimentos para se alimentar. Dê preferência a restaurantes e lanchonetes de confiança. Em caso de intoxicação ou mal estar causado pela comida de um lugar específico, mantenha a distância ou informe às autoridades responsáveis, tais como a Vigilância Sanitária. Ao informar uma ocorrência, você se previne e protege outras pessoas.

Se você adora comida japonesa, o cuidado deve ser redobrado. Escolha bem o estabelecimento para evitar a intoxicação alimentar.

Garanta a segurança da sua festa

Lidar com a alimentação da família não é fácil. Controlar o que cada um come quando está fora de casa é inviável. Imagine então cuidar da alimentação de várias pessoas ao mesmo tempo? Por isso, ao realizar uma festa de aniversário ou qualquer outro evento que envolva muitos convidados, a atenção ao preparo do cardápio é essencial. Se a festa será na sua casa, tenha a certeza de manter os alimentos perecíveis devidamente armazenados e quando preciso, refrigerados. A higiene no preparo também garante a segurança, por isso use luvas e touca para cozinhar.

Se a comemoração será em uma casa de festas e eventos, tenha a certeza de escolher uma empresa preocupada com o armazenamento e higiene no preparo do cardápio escolhido. As dicas são:

  1. Escolha um buffet de confiança;
  2. Se possível inspecione o local de preparo;
  3. Esteja atento aos profissionais escolhidos;
  4. Verifique a higiene dos garçons na hora de servir;
  5. Escolha uma forma dos convidados pegarem os comes e bebes de forma higiênica.

Estas dicas são básicas, mas garantem que a sua festa seja perfeita e tranquila, eliminando riscos de intoxicação ou mal estar dos seus convidados e da sua família.

Se você gostou deste post, comente sua opinião ou sugestão do que deseja ver aqui no blog. Se você se interessou pelo assunto e está procurando local e buffet para a festa do seu filho, conheça a Carrossel Kids. Temos serviço de buffet de alta qualidade, além do serviço de decoração e um espaço amplo, repleto de brinquedos para divertir a você e seus convidados.

Saiba mais, clique aqui.

Fonte: http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2016/junho/08/Apresenta—-o-Surtos-DTA-2016.pdf

Sobre o autor

carrosselkids

carrosselkids

Deixe um comentário